Arrumando a casa da SPU - Uma nova abordagem no gerenciamento do Patrimônio Público da União

Atualizado: 4 de Dez de 2020



Introdução


A Secretaria do Patrimônio da União existe há mais de 160 anos e é a responsável pela administração do patrimônio imobiliário da União. Dentre suas responsabilidades, destaca-se a promoção do controle, da fiscalização e da manutenção desses imóveis utilizados em serviço público.

As informações cartográficas existentes dentro da SPU ainda encontram-se, em boa parte, sem estruturação padronizada, em formato analógico (mapas e plantas físicos) e de maneira desencontrada. Há também uma escassez de servidores com perfil técnico para criarem as soluções necessárias. Há alguns anos, porém, foi elaborado um plano para recuperar e modernizar toda a base de dados da Secretaria, visando aumentar o potencial econômico do patrimônio imobiliário da União denominado Programa de Modernização de Gestão do Patrimônio Imobiliário da União.

Além da sede em Brasília, a SPU conta com as Unidades Regionais de Geoinformação, as chamadas URGeos, que são extensões da SPU situadas nas capitais do país e auxiliam (e muito) em todo o processo de modernização da secretaria.

O Grupo Zago entrou em cena ao vencer a licitação para se tornar parceiro da SPU e colocar esse plano de modernização em prática. Temos hoje equipes alocadas em 6 estados, além do Distrito Federal, e contamos com 15 colaboradores apenas para esse projeto. E a expectativa é de expandir para outras cidades!


O Cliente


Secretaria do Patrimônio da União - SPU, integrante do Ministério da Economia.


O Desafio


Não é difícil imaginar o grau de complexidade que é gerir, armazenar e assegurar mais de 160 anos de informação acumulada de todo o território brasileiro. O primeiro desafio enfrentado pelo Grupo Zago foi o de entender de maneira mais aprofundada e objetiva o estado da arte em que a SPU se encontrava em relação à sua gestão da informação.

Uma vez entendida a situação geral, foi iniciada uma série de atividades de base para tornar os dados geoespaciais da SPU padronizados, estruturados e 100% digitalizados. Como se sabe, para que seja possível tomar decisões de maneira assertiva, é necessário que as informações de embasamento sejam de confiança e isso só é possível se o banco de dados estiver atualizado e estruturado.

Desta forma, o desafio continua. As próximas etapas consistem em criar geoserviços, aplicativos e plataformas integradas e automatizadas que facilitem o trabalho dos servidores em campo e no escritório. Uma pequena automatização de processos corriqueiros pode significar um aumento significativo na produtividade de tarefas.


A Solução


A solução se baseou na construção de um time multidisciplinar com excelentes competências técnicas e, principalmente, que se complementam. Essa fórmula favoreceu a criação de soluções “fora da caixa” à SPU, o que gerou confiança e agilidade no processo de modernização na gestão do patrimônio da União.


UAU Zago


O diferencial do Grupo Zago é atender às necessidades do cliente indicando caminhos que eles nunca haviam cogitado. Equipes multidisciplinares com skills complementares conseguem propor soluções simples porém inovadoras, o que faz os olhos do cliente brilharem.


Resultados


Os colaboradores do Grupo Zago, no prazo de um ano, já conseguiram avançar em muitas frentes de trabalho, muitas delas provendo soluções que aumentaram significativamente a capacidade de processamento de produtos geográficos, obtendo números fantásticos:


● Mais de 72.000 imóveis da União geoqualificados;

● Mais de 5.000 arquivos formato CAD extraídos e convertidos para shapefile;

● Criação de 4 Manuais para padronização e automatização de processos;

● Criação do Modelo Conceitual do Banco de Dados Geoespaciais (BDG);

● Implementação e alimentação do BDG;

● Criação de mais de 100 camadas no geoserver disponibilizadas para as URGeos;

● Criação de 4 ferramentas para auxiliar atividades de extração e conversão de arquivos


Todo esse resultado aconteceu em 2020, no ano mais atribulado e complicado do século. Vale ressaltar a importância e disposição de todas as equipes da SPU e URGeos, que não deixaram se abater e mantiveram o ótimo nível de trabalho e apoio às atividades do Grupo Zago.


Conclusão


Em apenas um ano de trabalho junto à SPU, o Grupo Zago já alcançou números brilhantes! Essa forte parceria que se firmou em tempos tão difíceis ainda tem muito potencial para criar, inovar e servir de referência para outras esferas da administração pública.



Posts recentes

Ver tudo