Clientes Hierárquicos em sincronia com a Metodologia Ágil Zago. Uma parceria que deu certo !

Introdução


A maioria dos nossos clientes são tradicionais, operacionalizados pelo sistema hierárquico, onde os cargos de chefia têm prioridade na tomada de decisões. Eles determinam quais são as responsabilidades e as funções a serem desempenhadas por cada membro dentro de sua organização.

Objetivos e Metas a serem atingidas.

O Desafio


Na Zago, adotamos a Metodologia Ágil, onde o Scrum nos permite realizar o “dobro do trabalho na metade do tempo”, por meio de times autogerenciáveis, onde a tomada de decisões é conjunta, sem hierarquia de cargos.


A Solução


E como conciliar metodologias tão diferentes? A resposta veio por meio da palavra “interface”. A interface com o cliente tornou-se o principal elo de ligação entre o cliente e a contratada, unindo assim duas metodologias tão distintas.

A maioria dos contratos foram iniciados por certames licitatórios, possuindo cargos gerenciais. Assim, os ocupantes dos cargos de coordenação e supervisão por exemplo, assumem essa posição de interface junto ao cliente.

Essas duas pessoas assumem a função de ser o elo entre a equipe contratada e o cliente. Assim, nas reuniões, assinatura de documentos, o coordenador e o supervisor fazem a linha de frente, respondendo por toda a equipe, assumindo os riscos e responsabilidades. Recebem as demandas e, de forma política, técnica e elaborada, tenta, ao máximo, não tomar decisões impulsivas, sem antes discuti-las junto ao time.



Ciclo da interface com o cliente.

UAU Zago


As pessoas responsáveis pela interface, assumem a responsabilidade ética de absorver e repassar, na íntegra, toda a tratativa realizada junto ao cliente ao time. Nessa hora, junto ao time, as decisões são tomadas e executadas igualmente por todos e posteriormente, repassadas ao cliente por intermédio do “coordenador” ou do “supervisor”.

As vantagens desse processo são inúmeras. O cliente tem no máximo duas pessoas em contato direto, onde o risco de difusão e perda de informações tornam-se mínimos, ao contrário do contato feito com várias pessoas ao mesmo tempo. O time por sua vez, recebe as demandas e resultados do contato com o cliente de forma fiel e juntos, por meio da metodologia ágil, organiza e estrutura as tarefas a serem executadas por todos os membros do time, fazendo com que a engrenagem rode, em perfeita sincronia, agregando cada vez mais valor aos produtos elaborados.


Resultados


O resultado surge na forma de produtos com alto valor agregado, elaborados por equipes multidisciplinares e autogerenciáveis, atendendo o cliente, em seu formato tradicional, de forma totalmente satisfatória para ambas as partes.


Conclusão


A postura profissional e hierárquica junto ao cliente e da união junto ao time de quem faz a interface, são as chaves mestras para a sincronia entre duas metodologias tão diferentes e que convergem no sucesso dos projetos desenvolvidos na Zago.










56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo